Conheça o hotel que inspirou a quinta temporada de American Horror Story

Conheça o hotel que inspirou a quinta temporada de American Horror Story

Conheça o hotel que inspirou a quinta temporada de American Horror Story

Se você é fã da série de terror e suspense “American Horror Story”, então você deve estar por dentro de que a quinta temporada — que estreou em outubro de 2015 — foi ambientada em um hotel construído nos anos 30 em Los Angeles. O que você talvez não saiba é que a trama foi inspirada em um hotel real que até hoje se encontra em funcionamento na cidade.

O estabelecimento que serviu de base para o seriado é um hotel de baixo custo que atualmente se chama Stay on Main Hotel. Ele fica localizado no centro de Los Angeles e hoje dispõe de 600 quartos — mas sua história está repleta de crimes e mistérios. Em realidade, o local foi rebatizado em 2011, e seu nome costumava ser Cecil Hotel. Soa familiar?

Passado sinistro

O Cecil ficou conhecido por ter sido palco de várias mortes acidentais e suicídios, assim como de — pelo menos — três assassinatos. Sem falar que o hotel serviu de lar para dois serial killers famosos: Richard Ramirez, responsável pela morte de 13 pessoas, e Johann Unterweger, um austríaco que foi condenado à prisão perpétua por matar entre 10 e 12 mulheres, sendo que três delas ele assassinou em Los Angeles. Richard Ramirez

Também existem dois casos pra lá de sinistros associados ao Cecil. Um deles é o de Elizabeth Short que, em 1947, foi brutalmente assassinada em circunstâncias muito estranhas. Seu corpo foi encontrado em um terreno baldio e estava extremamente mutilado. O cadáver foi partido ao meio, na altura da cintura, e as duas extremidades foram deixadas a uma distância de meio metro uma da outra.

O assassino ainda drenou todo o sangue de Elizabeth e limpou seu corpo antes de deixá-lo completamente nu no terreno. Como se fosse pouco, o rosto da moça foi desfigurado com dois cortes que iam dos cantos da boca até as orelhas, e o coração e as vísceras foram removidas.

Elizabeth Short

A necropsia apontou que a pobre mulher foi violentamente torturada durante pelo menos três dias, até que finalmente sucumbiu aos ferimentos. Elizabeth ficou conhecida como “Dália Negra”, e até hoje ninguém jamais descobriu a identidade do assassino. Sua macabra história serviu de inspiração para vários livros e filmes, e acredita-se que o último local onde a moça foi vista com vida foi o Hotel Cecil.

Incidente bizarro

O outro caso estranho envolvendo o Cecil foi o de Elisa Lam, uma turista canadense que se hospedou no hotel e foi encontrada morta em uma das caixas-d’água instaladas no terraço do edifício. O corpo só foi descoberto depois que alguns hóspedes reclamaram do sabor estranho e da falta de pressão da água. No entanto, apesar de a morte ter sido classificada como “acidental”, vários detalhes levantaram suspeitas sobre o ocorrido.

Elisa Lam

Para começar, a caixa-d’água onde Elisa foi encontrada media quase 2,5 metros de altura e era de difícil acesso — tanto que foi necessário cortar a estrutura para remover o cadáver. Além disso, a necropsia revelou que não havia qualquer vestígio de álcool ou drogas no organismo da jovem, e a câmera de segurança do elevador do hotel registrou o momento em que Elisa subiu até o terraço — e o comportamento da canadense é muito suspeito. Veja:

Hotel maldito

Por essas e outras histórias macabras, o Hotel Cecil acabou ganhando fama de ser amaldiçoado e contar com uma porção de espíritos vagando por seus corredores. Tanto que o edifício se tornou uma espécie de local de peregrinação para o pessoal chegado aos temas paranormais. A direção do Cecil inclusive tentou apagar — as manchas de sangue de — seu passado sombrio mudando de nome para Stay on Main.

No entanto, o lançamento da nova temporada de American Horror Story, assim como a declaração de um dos produtores da série de que o local havia servido de inspiração para a trama, só serviu para reacender o interesse do público. Tanto que existe uma longa lista de espera de pessoas interessadas em se hospedar por lá — e o quarto mais procurado é o que foi ocupado por Elisa Lam. E você, caro leitor, acredita que conseguiria dormir tranquilo no local?


NEFASTO – ENTRE A VIDA E A MORTE
www.nefasto.com.br – Tudo sobre medo e terror: Filmes de terror, histórias de terror, livro de terror, notícias de terror, contos de terror. Todas as matérias são escritas pela equipe do Nefasto, com base em fontes da internet. Caso algum artigo ou notícia não esteja carregando os devidos créditos, entre em contato com a equipe do Nefasto pelo email nefasto.nocivo@gmail.com.
Siga-nos nas redes: Facebook || Instagram || Youtube || Grupo de discussão || Twitter || Google+

Deixe uma resposta