Tábua de Esmeralda por Hortulanus – Capítulo XIII

A Tábua de Esmeralda por Hortulanus é a base sólida necessária para o estudo da Alquimia e do Hermetismo.

Dando continuidade à leitura da Tábua de Esmeralda por Hortulanus, vamos analisar o capítulo XIII, e final, da mesma obra.

Para ler o capítulo XII clique aqui.

Tábua de Esmeralda por Hortulanus – Capítulo XIII

Por que se diz que a Pedra é Perfeita?

Diz-se que essa Pedra é perfeita porque ela tem, em si, a natureza das coisas minerais, vegetais e animais, daí ser chamada tríplice e também tri-una, isto é tríplice e única, que possui em si quatro naturezas, os quatro elementos, e três cores: o negro, o branco e o vermelho.

Ela também é chamada “Grão de trigo”, que, se não morre, fica sozinho; porém, se morre, (como antes se disse quando se falou da conjunção) trará muitos frutos, assim que as operações de que temos falado se cumpram.

Oh, amigo leitor! Se já sabes a operação da Pedra, verás que te disse a verdade; se não a sabes, não te disse nada.

“O que foi dito da Operação do Sol está cumprido e acabado”.

O que se disse da operação da Pedra de três cores e de quatro naturezas que estão em uma única coisa, a saber, no Mercúrio Filosofal, está cumprido e acabado.

 

#nefasto


Pela Redação do Nefasto – Foto Google