Tábua de Esmeralda por Hortulanus – Capítulo II

A Tábua de Esmeralda por Joannes Grasseus (Hortulanus) é a base sólida necessária para o estudo da Alquimia e do Hermetismo.

Dando continuidade à leitura da Tábua de Esmeralda por Hortulain, vamos analisar o capítulo II da mesma obra (para ler o capítulo I, clique aqui).

Tábua de Esmeralda por Joannes Grasseus (Hortulanus) – Capítulo II

A pedra deve ser dividida em duas partes.

Em seguida chega a vez da operação da pedra dizendo ‘Que o que está em baixo é como o que está no alto’. Ele diz isso porque a pedra está dividida em duas partes principais, pelo magistério; saber, na parte superior que sobe ao alto, e na parte inferior que fica em baixo, fixa e clara. E, no entanto, essas duas partes concordam em virtude. Eis porque ele diz, ‘E o que está no alto é como o que está em baixo’. Certamente esta divisão é necessária para fazer os milagres de uma coisa, quer dizer da pedra; pois a parte inferior é a terra, que é a que nutre e o fermento; e a parte superior é a alma, a qual vivifica a pedra toda, e a ressuscita. Eis porque a separação e a conjunção feitas, muitos milagres vêm a ser feitos na obra secreta da natureza.

Leia aqui o capítulo III.

#nefasto #terror


Pela Redação do Nefasto, foto Google.