Tábua de Esmeralda da Alquimia por Hortulain – Capítulo III

A Tábua de Esmeralda da Alquimia por Hortulain (Joannes Grasseus) é de suma importância para a compreensão do Hermetismo.

Dando continuidade à leitura da Tábua de Esmeralda da Alquimia por Hortulain, vamos analisar o capítulo III da mesma obra.

Para ler o capítulo II clique aqui.

Tábua de Esmeralda da Alquimia por Hortulain – Capítulo III

“A pedra contém em si os quatro elementos.
E como todas as coisas foram e provieram do Um pela meditação do Um. Ele dá aqui um exemplo, dizendo: como todas as coisas foram e saíram do Um, a saber, de um globo confuso, ou de uma massa confusa, pela meditação, quer dizer, pelo pensamento e criação do Um, quer dizer, de Deus Todo Poderoso. Assim nasceram todas as coisas. Quer dizer, saíram, desta coisa única, quer dizer, de uma massa confusa, por adaptação; quer dizer, apenas pelo comando e milagre de Deus. Assim nossa pedra nasceu e saiu de uma massa confusa, contendo em si todos os elementos, a qual foi criada por Deus, e por seu milagre, nossa pedra daí saiu e nasceu.”

Clique aqui para ler o Capítulo IV.

#nefasto


Pela Redação do Nefasto. Foto Google.