Museu dos Instrumentos Medievais de Tortura em Praga, República Tcheca

Conheça o Museu dos Instrumentos Medievais de Tortura, especializado em expor instrumentos e técnicas medievais de tortura

Perto da Charles Bridge em Praga, capital da República Tcheca, há um museu dedicado a expor uma parte mórbida da história do Leste Europeu. O Museu dos Instrumentos Medievais de Tortura expõe os recursos usados pelos inquisidores e autoridades para violar o corpo de hereges, bruxas, inimigos do estado, ladrões etc, que eram sadicamente torturados, empalados, queimados, estripados, apedrejados e muito mais.

Visitar um museu como este é uma experiência, no mínimo interessante e que acaba causando vertigem em qualquer pessoa. “É macabro como um ser humano consegue imaginar tais formas de causar sofrimento” conta Valter Ataide, que visitou o local em 2016.

A exposição conta com mais de 60 instrumentos de tortura, com as “instruções” (disponíveis em alguns idiomas, incluindo o inglês) de uso de cada um deles.

a-arte-de-empalar

A “arte de empalar”

empalamento

Mais do empalamento.

 

cadeira-da-interrogacao

Cadeira da Interrogação – Não eram apenas centenas de espetos de ferro extremamente desconfortáveis para sentar. Fogo era colocado embaixo da cadeira para escaldar a pobre vítima.

mascaras-da-humilhacao

As máscaras de ferro eram usadas para punir de formas humilhantes.

donzela-de-ferro

Donzela de Ferro – O aparato conta com estacas de ferro em seu interior. A porta é fechada vagarosamente, fazendo-as penetrar os olhos, braços, pernas, barriga, peito, nádegas, mas não o suficiente para matar. A vítima ficava agonizando por dois dias.

Pela Redação do Nefasto, com informações do Trotamundo. Fotos: Reprodução