A Ira de Um Anjo – Documentário Completo e Legendado

A Ira de um Anjo fala da história de Beth Thomas, adotada por um casal que não podia ter filhos. Ela revelou-se uma criança raivosa, de ódio incontrolável e com aversão às pessoas.

A Ira de um Anjo – em fevereiro de 1984, uma menina americana de dois anos foi adotada (juntamente com o seu irmão de 7 meses de idade) pelo casal Tim e Nancy Thomas, o qual não podia ter filhos. As crianças foram chamadas Beth e Jonatham Thomas.

Com o tempo, Beth revelou-se uma criança raivosa, de ódio incontrolável e com óbvia aversão às pessoas. Seus pais adotivos começaram a se preocupar com o comportamento anormal da menina, preocupação que os levou à verdadeira história de Beth e seu irmão – que foram abusados severamente nos primeiros anos de vida. A mãe de Beth morreu no parto do seu irmão mais novo quando Beth tinha apenas um ano. Então, os dois foram deixados sob a guarda do pai que cometeu diversos tipos de abuso contra eles.

Beth maltratava os animais e tentava matar seu irmão caçula durante à noite, tentando esfaqueá-lo. Isso fez com que seus pais começassem a trancá-la dentro de seu quarto. Ela também molestava o seu irmão e o machucava diariamente.

Beth ainda tão pequena já se masturbava constantemente, e em algumas ocasiões, o fazia até sangrar, tendo de ser levada às pressas ao hospital. Também tentou diversas vezes atacar seus pais com uma faca de cozinha. Ela conta que desejava matar toda a família, por não sentir absolutamente nada por eles. Porque alguém a machucou um dia, ela também queria machucar as pessoas.

O Transtorno de Apego Reativo

Em Abril de 1989, Beth foi encaminhada para uma clínica especializada que trata de crianças com desordem emocional. Ela foi diagnosticada com o chamado “Transtorno de Apego Reativo”, um severo distúrbio psicológico que afeta crianças e bebês.

A principal característica deste transtorno é a falta de sociabilidade e empatia, uma interação social inadequada, com início antes dos cinco anos de idade e associada ao recebimento de cuidados. Por causa de sua condição, Beth era incapaz de se relacionar com qualquer pessoa, ou criar vínculos e laços de afeto. Incapacidade de sentir ou receber amor.

Beth Thomas foi chamada em 1989 de Criança do Ódio em um documentário da HBO chamado “Child of Rage”, que mais tarde foi transformado numa versão cinematográfica. O documentário conta a história da menina que foi sexualmente abusada quando tinha apenas um ano de vida, baseado nas gravações e relatos do Dr. KenMagig, psicólogo clínico especializado no tratamento de crianças severamente abusadas, crianças estas tão traumatizadas nos primeiros anos de vida que as impedem de se conectarem a outras pessoas emocionalmente.

Crianças que não conseguem entender o amor, sentir ou aceitá-lo. Crianças sem consciência, que pode ferir ou matar uma pessoa sem qualquer remorso, simplesmente porque não foram ensinadas a ter emoções de empatia ou sociabilidade. Não receberam amor, nem atenção, nem cuidado para lidar com suas emoções, sendo primariamente abusadas de várias formas.

#nefasto