Clavícula de Salomão – As Chaves da Magia Cerimonial

Livro lendário que figura em praticamente todas as listas que enumeram os livros malditos. Segundo a lenda, foi escrito pelo Rei Salomão em pessoa, com o objetivo de compartilhar seus conhecimentos com seu filho.

Considerado o primeiro manual de magia cerimonial escrito no Ocidente, o livro ‘Clavícula de Salomão‘ apareceu originalmente no Império Bizantino, no século XII da Era Cristã, e logo tornou-se conhecido em toda a Europa. No século XIX, grandes magos da França e da Inglaterra resgataram a obra, utilizando para isso edições do século XV, preservadas nas Bibliotecas de Londres e de Paris.

O resultado é um manual essencialmente prático que, além de descrever minuciosamente os materiais, correspondências simbólicas, instrumentos e procedimentos utilizados na magia cerimonial, ensina uma série de cerimônias mágicas para diferentes objetivos.

Clavicula-de-salomao-as-chaves-da-magia-cerimonial-SalomãoTambém encontrado com outra capa e outra compilação do conteúdo, com um olhar mais moderno e considerando as possibilidades e formatos mais atuais.

Principalmente no que tange a confecção de objetos mágicos utilizados nos rituais.

Este livro figura em qualquer lista de livros de iniciação à Magia Cerimonial por ser extremamente simples de entender e com um conteúdo profundo.

Sua origem, apesar de datada, é incerta e sua fonte é atribuida ao Rei Salomão em pessoa, escrevendo para seu filho as técnicas mágica que adiquiriu ao longo da vida.