Ariel

Conheça a história da entidade Ariel

Harris Fletcher (1930) encontrou o nome Ariel em um cópia de fragmentos Syncellus do Livro de Enoque, e sugeriu que o texto era conhecido por John Milton e poderia ser o nome de um anjo caído do Paraíso Perdido.

Entretanto, a presença do nome nos fragmentos de Syncellus não foi verificada, e de qualquer forma, desde a descoberta dos Manuscritos do Mar Morto, versões anteriores do Livro de Enoque são conhecidas por não conterem o nome Ariel.

Seu nome em hebraico (אריאל) significa “Leão do Senhor” ou “forja do Senhor”. É encontrado na Bíblia Hebraica, mas o uso como o nome de um anjo é incerto.

Em Paraíso Perdido, Ariel é um anjo rebelde, que é superado pelo serafim Abdiel no primeiro dia da Guerra Celeste.

Por conta disso, Ariel ficou conhecido como um demônio na teologia Judaica-cristã.

O segundo reino do Império Infernal é o domínio dos Sete Grã Duques do Inferno, cujos nomes são: Mefistófeles, Ariel, Anifel, Marbuel, Aziel, Aziabel, e Barbuel.

A oitava letra do Alfabeto Infernal é O; é governada por Ariel, que é um Grã Duque do Grande Império Infernal.

O demônio Ariel pode ser conjurado através de rituais usando o simbolo apropriado. Porém não é
recomendada a realização de nenhum ritual de conjuração de demônio por serem extremamente complexos e qualquer falha pode ser fatal.

captura-de-tela-2016-09-12-as-17-20-28

Emblema de Ariel

No Livro de Isaías, Ariel é utilizado como a personificação de Jerusalém:

1 Ai de Ariel! Ariel, a cidade onde acampou Davi. Acrescentem um ano a outro e deixem seguir o seu ciclo de festas.
2 Mas eu sitiarei Ariel, que vai chorar e lamentar-se, e para mim será como uma fornalha de altar.
3 Acamparei ao seu redor; eu a cercarei de torres e instalarei contra você minhas obras de cerco.
4 Lançada ao chão, de lá você falará; do pó virão em murmúrio as suas palavras. Fantasmagórica, subirá sua voz da terra; um sussurro vindo do pó será sua voz.5 Mas os seus muitos inimigos se tornarão como o pó fino; as hordas cruéis, como palha levada pelo vento. Repentinamente, num instante,
6 o Senhor dos Exércitos virá com trovões e terremoto e estrondoso ruído, com tempestade e furacão e chamas de um fogo devorador.
7 Então as hordas de todas as nações que lutam contra Ariel, que investem contra ele e contra a sua fortaleza e a sitiam, serão como acontece num sonho, numa visão noturna.

Isaías 29:1-7

De acordo com o ocultista alemão Cornelius Agrippa (1486-1535): “Ariel é o nome de um anjo, às vezes também de um demônio, e de uma cidade, outrora chamada Ariopolis, onde o ídolo é adorado.”

Historicamente, a entidade Ariel era muitas vezes retratado no misticismo como uma divindade com cabeça de leão com poder sobre a Terra, dando uma base sólida para a associação de Ariel com o Demiurgo.

Ariel” é por vezes associado com o mais conhecido judaico-cristão Arcanjo Uriel, como, por exemplo, algumas fontes afirmam que o astrólogo da corte Elisabetana, John Dee, chamou de “Ariel” o “conglomerado de Anael e Uriel“, embora isso não seja mencionado na única conversa de Dee com Barnabas Saul onde Anael é citado.

#terror #nefasto


Pela Redação do Nefasto.