9 curtas de terror para você ver e depois não dormir à noite

9 curtas de terror para você ver e depois não dormir à noite

9 curtas de terror. O ingrediente principal de qualquer filme de terror é a atmosfera. Não importa se a produção tem duas horas ou com dois minutos: o importante é conseguir deixar o público tenso em frente à tela. E, quem sabe, até mesmo fazer algumas pessoas pularem de susto.

Separamos nove curta-metragens para quem faz parte do clube dos que gostam de sentir um frio na espinha. Caso você goste de histórias apavorantes, mas tenha muita aflição de sangue e cenas fortes de violência, evite os títulos que marcamos com asterisco (um para “este vídeo tem um pouco de sangue“, dois para “este vídeo tem sangue e algum órgão humano exposto“) e três para “este vídeo é realmente sanguinário”).

Agora apague as luzes, ponha os fones de ouvido, arrume um ursinho de pelúcia para agarrar e dê o play – por sua própria conta e risco.

Lights Out

Em pouco mais de dois minutos, o diretor independente David F. Sandberg consegue deixar qualquer um apavorado. Este simples curta-metragem teve sua direção premiada no concurso Who’s There – A Horror Short Film Challenge. E não é para menos!

 

2AM: The Smiling Man

O que fazer quando um homem com um enorme e amedrontador sorriso começa a te perseguir na rua? A história do Smiling Man se popularizou na internet após ser postada no Let’s Not Meet, um fórum do Reddit que só aceita relatos verdadeiros de encontros com pessoas assustadoras (creepypastas, ou seja, histórias fictícias de terror, ficam no NoSleep). Este curta é uma simulação do que teria acontecido com um usuário identificado como blue_tidal.

 

Mama

Este curta argentino foi a inspiração do longa “Mama”, de 2013. Nele, uma menininha acorda a sua irmã, Victoria, para avisar que uma tal de Mama voltou; o resto você já pode imaginar…

Look-See (*)

Na cabine do banheiro, um recado: “se você mesmo não consegue libertar / então a coisa virá pegar um pedaço”. Definitivamente temos medo de vão entre o piso e a porta de um banheiro após assistir a essa produção.

 

Don’t Move (***)

Depois de ver esse curta, você vai pensar duas vezes antes de ~brincar~ com um tabuleiro para invocar entidades. Vai que um espírito maligno como o da história resolve aparecer e brincar de estátua com você?

Tuck Me In

Será que não existem mesmo monstros debaixo da cama? Agora não temos mais certeza.

 

The Black Hole

Esqueça fantasmas e demônios: a ideia deste curta é muito mais perturbadora do que qualquer monstro.

The Little Mermaid (**)

Sereias não são sempre criaturas encantadoras como a Ariel, da animação da Disney. As antigas lendas dizem que as criaturas mágicas são seres sedutores que atraem marinheiros para a morte – que é mais ou menos o caso desta produção aterradora da Vancouver Film School.

One Last Dive

O formato em primeira pessoa é uma ótima forma de trazer o público para dentro da história e fazê-lo sentir o mesmo terror que os personagens. Em “One Last Dive”, você se torna um mergulhador, e descobre que coisas horríveis podem se esconder sob a água (não, não estamos falando de tubarões).

 

fonte Catraca Livre